Como saber se é hora de um redesign?
Saiba como identificar se a sua marca está precisando de um redesign e entenda como esse processo pode inspirar e impulsionar o seu negócio!
Embora neste artigo eu vá focar na parte visual do seu negócio, é importante lembrar que um rebranding abrange todas as áreas de uma marca, desde as suas menores intenções até a forma como você conversa com seu público.
Não importa muito se você construiu a sua marca por conta própria ou se já trabalhou com um profissional da área, em algum momento você vai se questionar se é hora de um rebranding. E esse momento quase sempre acontece quando você percebe que a sua marca não está mais funcionando, está estagnada ou, pior ainda, ela está jogando contra e dificultando as coisas.
Você e sua empresa mudam com o tempo, isso é inevitável! Seus objetivos, sua oferta, seu posicionamento e até mesmo seu público-alvo podem mudar ano após ano, o que é um ótimo sinal de crescimento ou adaptação!
Apesar de receber essa pergunta com frequência e de já ter atuado em alguns projetos de reconstrução, continuo acreditando que só você mesmo pode sentir quando é a hora de investir em rebranding. A boa notícia é que existem alguns sinais que podem te ajudar a bater o martelo na hora de decidir se é a hora de virar a chave.
A primeira pergunta é: Se você pudesse mudar alguma coisa no visual da sua marca (sem se preocupar com dinheiro, prazos e processos), você mudaria? Se você já tem uma lista pronta de coisas a mudar, então é um sinal claro de que a hora do rebranding chegou! Mas se você não tem nada pré-definido em mente, ou se nunca pensou no assunto, as próximas perguntas servirão para aguçar a sua percepção quanto à sua própria imagem.
Orgulho da marca é importante!
Tem algo que não te faz sentir orgulhoso no visual da sua marca? Você treme só de pensar em entregar o seu cartão de visitas? Tem vergonha do seu perfil no Instagram ou de passar o endereço do seu site? Se a resposta for “SIM”, então temos um problema. Para que a sua marca funcione (captando e convertendo), você precisa ser o primeiro a acreditar nela. Você deve estar completamente apaixonado pela sua marca para que possa entregar ela ao seu público como quem entrega um presente. Sabe aquela pequena euforia e expectativa positiva que sentimos quando presenteamos alguém? É isso! Estar confiante e confortável com a sua Identidade Visual é crucial para que seu público confie em você.
DICA: Hoje em dia não é raro encontrarmos sites desatualizados, com aparência antiga e sem movimentação nenhuma há anos! Se este for o seu caso, e se você não pensa em movimentá-lo em breve, é melhor desativar e agir como se não tivesse um. Não ter um site é melhor do que ter um que não represente a sua marca e que coloca em risco o seu profissionalismo, passando uma impressão de descuido com o próprio negócio.
Seja honesto com relação às mudanças
Observando o seu modelo de negócio, o quão próximo ou distante ele está da sua imagem de marca atual. Sua identidade visual representa o que o seu negócio é hoje? Pense em quais eram seus objetivos e sua persona quando você desenvolveu a sua identidade visual. Eles continuam os mesmos? Se mudaram, é importante que a sua imagem acompanhe a nova proposta de negócio.
Preste atenção na sua relação com os concorrentes
O quanto você faz mais do mesmo? O quanto de criatividade e personalidade tem na sua imagem de marca? Mostrar a real personalidade da marca através do design garante que o público se identifique ou não com seu negócio, e essa distinção te trará os clientes mais ajustados à sua forma de trabalho. Certifique-se também de não estar copiando a identidade visual de alguém… às vezes isso ocorre de forma inconsciente, mas é altamente prejudicial à saúde do seu negócio, porque nenhuma cópia pode te representar de forma eficiente.
Pense na pessoa que te encontra pela primeira vez
Essa pessoa pode ter encontrado seu site por acaso ou caído no seu perfil enquanto dava um rolê pelas redes sociais.. Que primeira impressão ela vai ter? O que ela vai sentir? Com base nas respostas anteriores, essa é a impressão que você deseja transmitir? Assim que alguém chega ao seu site ou mídia social, o seu design (layout, logotipo, paleta de cores, gráficos, elementos) é a primeira coisa que eles verão. É o que vai causar impacto primeiro!


Se você está confortável com suas respostas e apenas uma ou outra questão ficaram fora do ideal, então não se preocupe! É provável que a sua marca esteja fazendo jus ao seu posicionamento atual e pequenas coisas podem ser ajustadas com facilidade.
Mas se as suas respostas sinceras não forem tão legais e bater um sentimento urgente de melhoria, essa é a hora! Pode ser difícil encarar as mudanças e o pequeno desconforto que elas trazem, mas esse é o ponto de partida para ver sua marca crescer.
Além disso, passar por um rebranding pode ser muito inspirador para você e seu negócio. Isso te faz retornar aos seus valores, repensar estratégias e, muitas vezes, devolve aquele ânimo que faltava para cuidar da sua marca com carinho (como produzir conteúdo sem se sentir pressionado, dar um mimo aos clientes e querer estar mais ativo e presente em eventos).
Se quiser conversar à respeito da sua identidade visual ou tirar algumas dúvidas sobre o processo de rebranding, me envie uma mensagem, será um prazer bater um papo descontraído sobre as possibilidades.
O rebranding na hora certa traz a clareza necessária para seguir dando os próximos passos com muito mais clareza e confiança!
Um abraço, paz e bem!

Conheça outros projetos

Back to Top